Mensagem da Diretora

O Educandário Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento está presente em Senhor do Bonfim – Ba, há 85 anos. Sendo um Colégio Confessional Católico, está aberto ao ecumenismo, confor- me as Diretrizes da Igreja Católica no Brasil. Sua entidade mante- nedora é a Congregação das Religiosas do SS. Sacramento, funda- da em 1715, pelo Bem-Aventurado Pierre Vigne, que deixou como princípio de sua filosofia, a certeza de que: “O Fundamento de toda Educação é o Amor”.

Educar, para Pierre Vigne, é preparar o futuro à luz da fé e do amor, caminho que leva à educação dos sentimentos, além do intelecto.

É com muito prazer que iniciamos o nosso ano letivo de 2022. Com o objetivo claro de alinhar com as famílias que confiaram a nós a missão de educar, convidamos cada um e cada uma a ser presença constante em nosso fazer pedagógico, preparado para tornar, acima de tudo, “o homem feliz conforme os desígnios de Deus”.

Durante todo o ano caminharemos juntos a você, Família Sacramentinas que nos ajuda a construir uma história de Amor e Fraternidade, já que o Colégio é o espaço social em que acontecem muitas experiências significativas na existência de cada indivíduo. Pode-se dizer que é o primeiro cenário em que a criança aprende   a ser sujeito da vida social. No fundo educar em valores é educar nos fundamentos éticos que devem governar a pessoa nessa tripla relação que temos destacado nesta obra: o eu, os outros e Deus.

É nessa formação de caráter humano que convidamos você, pai, mãe e/ou responsável a juntar-se a nós na complementação da tarefa de educar, da importância que têm na formação das crianças. Aqui no Colégio sempre há alguém à disposição das crianças para tirar dúvidas sobre comportamentos, atitudes e demais situações.

Assim o nosso Colégio prioriza uma educação em que a com- preensão humana, o amor fraterno, o respeito mútuo possam estar presente na vida dos nossos educandos.

Ressaltamos a importância de conduzir o estudante à auto- nomia intelectual e moral, a tomar iniciativa na resolução dos seus interesses, a confiar na sua capacidade e ter uma autêntica expe- riência com Deus.

E com o coração cheio de amor e alegria, toda a Comunidade Educativa acolhe a todos nesse ano que se inicia desejando uma caminhada de PAZ e ESPERANÇA.

Fraternalmente,

Irmã Ana Paula Vergara

CAMPANHA DA FRATERNIDADE

ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2022

Pai Santo, neste tempo favorável de conversão e compromisso, dai-nos a graça de sermos educados pela Palavra que liberta e salva.

Livrai-nos da influência negativa de uma cultura em que a educação não é assumida como ato de amor aos irmãos e de esperança no ser humano.

Renovai-nos com a vossa graça para vencermos o medo, o desânimo e o cansaço, e ajudai-nos a promover uma educação integral, fraterna e solidária.

Fortalecei-nos, para que sejamos corajosos na missão de educar para a vida plena em família, em comunidades eclesiais missionárias, nas escolas, nas universidades e em todos os ambientes.

ENSINAI-NOS A FALAR COM SABEDORIA E EDUCAR COM AMOR!

Fazei com que a Virgem Maria, Mãe educadora, com a sabedoria dos pequenos e pobres, nos ajude a educar e servir com a pedagogia do diálogo, da solidariedade e da paz.

Por Jesus, vosso Filho amado, no Espírito, Senhor que dá a vida.

Amém

I – PRESENÇA                                                        

  • Localização
  • Missão
  • Filosofia
  • Projeto Político-pedagógico
  • Cursos oferecidos
  • Objetivos

II – QUEM SOMOS        

  • Sacramentinas no Brasil e no Mundo
  • Administração e Equipe Pedagógica

  III – DIFERENCIAL 

  • Formação Humana e Cristã
  • Perfil do aluno
  • A família na escola
  • Assistência Social
  • Atividades Complementares

IV – ORIENTAÇÕES

  • Horário de entrada e saída
  • Uniforme escolar
  • Material escolar / objetos pessoais
  • Material de estudos

I – PRESENÇA

Localização:

Rua Manoel Vitorino, 42 – Centro

48970-000 – Senhor do Bonfim – Ba

Fone (74) 3541-3021/3022

Missão

Educar, oferecendo um ensino de qualidade, tendo como fundamento o AMOR

Valores

Ética, fé, compromisso, solidariedade, respeito, responsabilidade, ino- vação e AMOR.

Visão

Ser excelência em educação, potencializando a formação humana e cristã, tendo como princípio o AMOR.

PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO

Orientado pelos princípios legais e fundamentado nos pressu- postos teóricos do sócio-interacionismo, o nosso projeto pedagógico entende que a escola é um espaço democrático da construção do saber. Um espaço prazeroso, acolhedor, que busca a formação de cidadãos capazes de atuar com competência, dignidade e respon- sabilidade na sociedade em constante transformação.

Assim o educando é o centro de todo o processo e sujeito da própria aprendizagem que se caracteriza como um processo em que o indivíduo adquire informações, competências e habilidades, atitudes e valores, a partir de seu contato com o meio e com as pes- soas de seu convívio.

O professor apresenta-se como figura mediadora do processo de construção do conhecimento, problematizando as hipóteses de seus alunos, num processo dialógico, que leva a um aprendizado significativo.

– O Educandário Nossa Senhora do SS. Sacramento ofere-  ce Educação Inclusiva, orientado pelo Decreto nº 7.611 de 11 de dezembro de 2011, que dispõe sobre a Educação Especial e dá outras providências em conjunto com a Coordenação Pedagógica, aos alunos com necessidades educacionais especiais, com suporte do Serviço de Orientação Educacional do qual faz parte o Serviço de Atendimento de Educação Especializado. Vale ressaltar que a Edu- cação Inclusiva está lastreada, além do decreto supracitado, nas seguintes normativas:

. I – Resolução nº 61, de o5 de abril de 2002, que dispões sobre

aços referentes ao programa de Inclusão escolar;

. II – Decreto nº 3.298, que regulamenta a Lei nº 7. 853/89, que por sua vez dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pes- soa Portadora de Deficiência e consolida as normas de proteção, além de dar outras providências;

. III – Resolução CNE/CEB nº 2. O texto do Conselho Nacional de Educação (CNE) institui diretrizes nacionais para a educação espe- cial na educação básica;

IV – Lei nº 12.764, que institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno de Espectro Autista.

V – Lei nº 13.145/2015, que institui a Inclusão da Pessoa com De- ficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência):

O Educandário Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento propor- ciona e viabiliza condição de acessibilidade para utilização, com se- gurança e autonomia, total ou assistida dos espaços, mobiliários, sistemas e meios de comunicação e informação, por aluno/pessoa com deficiência ou com mobilidade reduzida.

. VI – Cabe ao setor de Atendimento Educacional Especializado (formada por uma equipe multidisciplinar), estabelecer a articulação com os professores da sala de aula regular, desde a Educação In- fantil e com os demais profissionais da escola, visando a disponibi- lização dos serviços e recursos e o desenvolvimento de atividades para a participação e aprendizagem dos alunos nas atividades esco- lares; bem como as parcerias com as áreas intersetoriais;

X – Sempre que necessário, serão utilizados recursos de Comuni- cação Aumentativa e Alternativa para a participação plena de alunos com necessidades nas atividades escolares.

CURSOS OFERECIDOS

  • Educação Infantil
  • Ensino Fundamental
  • Ensino Médio

OBJETIVOS EDUCAÇÃO INFANTIL:

  1. – proporcionar às crianças oportunidades de experiências amplas e diversificadas para contribuir no seu desenvolvimento integral e harmonioso de acordo com as suas características pessoais e pró- prias da faixa etária;
  2. – proporcionar a vivência de situações concretas, com jogos diver- sos e múltiplas atividades que favorecem a formação de um sujeito leitor;
  3. – estimular o uso de todo o seu potencial criativo, despertando-lhe a sensibilidade;
  4. – contribuir para que perceba a presença de Deus no seu  dia-a- dia.

1. DOENÇAS

A criança que estiver com doença infectocontagiosa deve apresen- tar à Secretaria, o atestado médico para justificar a sua falta, uma vez que ela não pode frequentar as aulas durante o período da do- ença. Também deverá apresentar atestado médico autorizando o retorno da criança a frequentar as aulas. No caso de sintomas gripais, orientamos que a criança fique em casa!

2.COMUNICAÇÃO AOS PAIS E/OU RESPONSÁVEIS

Em casos específicos, o Colégio solicitará, através de circulares e convocações expedidas pela Direção, Coordenação, Orientação, Professores ou Equipe do SOE, a presença dos Pais e/ ou Responsá- veis, quando se fizer necessário. Caso necessitem falar com um desses profissionais para resolver assuntos específicos do(a) seu(-sua) filho(a), faz-se necessário agendamento antecipado.

3. PRESENÇA DOS PAIS E/OU RESPONSÁVEIS

Para melhor atender aos estudantes, no momento da sua chegada ao Colégio, as professoras e auxiliares precisam estar livres e sua atenção totalmente voltada para elas. A presença dos pais nas sa- las, durante as aulas, desvia a atenção das crianças e interfere na rotina da aula, ocasionando distrações por parte dos estudantes. A parceria Família e Escola contribui efetivamente no desenvolvimen- to cognitivo, social, emocional e espiritual dos nossos estudantes.

4. REUNIÃO DOS PAIS E PLANTÃO PEDAGÓGICO

Esse é um momento muito especial das famílias com os  professo-

res, porque possibilita compartilhar a ação educativa,    permitindo-

-lhes conhecer e valorizar o desempenho do(a) seu(sua) filho(a), estabelecendo uma parceria em tudo que se fizer necessário neste processo de aprendizagem. É de fundamental importância a presen- ça dos pais nesses encontros, conforme Calendário Escolar anexo.

5. AGENDA ESCOLAR (ON-LINE)

 A agenda tem funcionalidade de comunicação entre escola e família. Assim, os responsáveis precisam ficar atentos à Plataforma E-orbit diariamente, tanto para acompanhar a agenda, que será disponibilizada semanalmente, como para acompanhar demais informes.

6. ATIVIDADES EXTRAS

Não se trata de simples excursões ou visitas sem objetivo. Nossa proposta é integrar uma ação fora dos muros da escola ao currículo.

É uma forma dinâmica e divertida de aprendizagem. Pode aconte- cer dentro ou fora da escola. Quando realizada fora da escola, é planejada e requer autorização por parte dos pais ou responsáveis. Nessas saídas, a escola envia o valor e um pedido de autorização. É de extrema importância, entregar o canhoto na data solicitada e em hipótese alguma a criança sairá da escola para essas atividades sem a autorização dos pais ou responsáveis.

Para as atividades diversificadas dentro da escola, serão solicitadas ao longo do ano: alimentos para a realização das práticas de culi- nária na COZINHA EXPERIMENTAL; ilustrações e objetos para os Projetos Pedagógicos e taxa para eventos culturais extras e datas comemorativas.

7. DIA DO BRINQUEDO

O dia de levar o brinquedo de casa para a escola é uma animação para as crianças! Mas afinal, qual a importância pedagógica de levar os brinquedos para a escola nessa fase da Educação Infantil? São muitos os objetivos para essa atividade, por exemplo: ao trazer os brinquedos de casa, a criança traz um pouco do lar e da vivência dela fora da escola para compartilhar com os amigos. Nesse mo- mento com a prática de compartilhar o brinquedo, passa a compre- ender que é preciso dividir seu brinquedo para poder brincar com o brinquedo do colega; essa é uma forma de superar o “egocentris- mo”, período em que a criança se considera o centro do mundo e que tudo é voltado para ela, o que explica o fato de ser tão apegada aos seus pertences, muitas vezes se recusando a dividi-lo.

Escolher o brinquedo também proporciona aprendizado para as crianças, desenvolvendo a autonomia e estimulando a reflexão do que podem levar para a escola para ser compartilhado, para que haja o envolvimento e integração com os colegas da turma.

8. O LANCHE E A IMPORTÂNCIA DE UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Para nós, a hora do lanche não é um momento de consumo, mas re- ferência nutricional. Como compreendemos que o horário do lanche é também uma ocasião de aquisição de hábitos saudáveis e de forte influência sobre os demais, SUGERIMOS que não enviem para este momento, alimentos como salgadinhos de pacote, balas, chicletes e refrigerantes, frituras, dentre outros, que além de não fornecerem nutrientes, prejudicam a aceitação de outros mais adequados. A ali- mentação saudável, começa em casa!

LANCHE PARTILHADO

Às SEXTAS-FEIRAS, cada criança trará um lanche reforçado para ser partilhado com os colegas, em um rodízio orientado pela pro- fessora para que possa desenvolver atitudes de solidariedade. As restrições em relação à alimentação devem ser comunicadas à pro- fessora logo no início do semestre.

LANCHE COM FRUTAS

Na SEGUNDA-FEIRA seu(a) filho(a) deverá trazer frutas para o lan- che. Neste dia pedimos que mesmo que a criança não goste de fru- tas, os responsáveis enviem, pois na sala haverá o incentivo da pro- fessora em partilhar e estimular o consumo da fruta pelas crianças.

9. BRINQUEDOS

Às SEXTAS-FEIRAS, as crianças podem trazer brinquedos de casa, porém a nossa recomendação é que elas não tragam objetos eletrô- nicos. Entre vários fatores, esse tipo de brinquedo, gera situações de competitividade entre as crianças. Tais brinquedos promovem o que chamamos de “atividade solitária”, ou seja, “a criança e o brin- quedo”; não há interação social. O objetivo de se trazer brinquedos para a escola é fazer com que a criança tenha a oportunidade de compartilhá-lo com as outras crianças do grupo.

10. A SAÍDA DOS ALUNOS E AS MEDIDAS DE SEGURANÇA

Para promover uma saída tranquila, os pais dos alunos, dez minutos antes do horário especificado anteriormente, têm acesso à sala de aula. Sabemos que imprevistos acontecem, mas o que não devem ocorrer são atrasos sistemáticos dos pais, pelo efeito que causam na criança, além de dificultar a preparação para o funcionamento do turno seguinte.

Qualquer mudança de portador ou transporte escolar do aluno deve ser informada à escola, por escrito, na agenda, à professora ou co- ordenadora.

Não liberaremos nenhuma criança, caso estes procedimentos não sejam realizados, mesmo que o portador seja alguém conhecido da comunidade escolar.

Se, por qualquer motivo, for preciso sair antes do horário, recomen- da-se que, para um atendimento eficiente, a escola seja avisada com antecedência. Nesse caso, colaborando para o pleno funcio- namento das atividades escolares, o responsável deverá aguardar na recepção.

11. USO DE MEDICAMENTOS

Quando o aluno não se sente bem durante o período escolar, é en- caminhado ao berçário, para acompanhamento, enquanto aguarda a chegada dos pais ou a melhora para retorno à sala de aula, sendo os pais informados por telefone ou por escrito, conforme o caso.

A ficha individual do aluno é consultada para localizar o responsá- vel e para, caso seja necessário, seguir as orientações dadas pela família. Se a criança fizer uso de alguma medicação que precise ser ministrada na escola, ela deve ser entregue na sala de aula, à professora, com as orientações por escrito da dosagem, horário e identificação do aluno (prescrição médica anexada a agenda, prefe- rencialmente). Crianças enfermas ou com doenças infectocon- tagiosas não podem frequentar a escola. Neste caso, contamos com o bom senso do responsável pelo aluno. Em caso de aci- dentes, aguardamos os pais na escola ou no serviço ambulatorial / hospital (indicado pelos pais na ficha individual).

12. ANIVERSÁRIOS

As festas de aniversário são, no nosso meio sociocultural, momen- tos especiais nas vidas das pessoas, plenos de emoções, que mar- cam a nossa história. Para as crianças, configuram-se como vivên- cias de socialização, de trocas, de aprendizagens.

Na escola, entretanto, pela natureza e objetivos próprios desse es- paço social, as festas não podem configurar-se da mesma forma que assumem quando realizadas em casa ou em outros lugares apropriados. Precisam adequar-se à organização do cotidiano esco- lar. Ou seja, ainda que significativas, precisam ser mais reduzidas, simplificadas.

Assim, com o objetivo de garantir, tanto a realização das festas de aniversário das crianças na escola, como o desenvolvimento do  tra- balho escolar, definimos alguns pontos que devem orientar a prepa- ração e realização dessa comemoração.

Durante o período das Olímpiadas, Semana da Criança e outros eventos internos escolares, não será permitida a realização de aniversários.

Os aniversários terão no máximo 1 hora e meia de duração. Matuti- no, das 09h às 10h30min, e vespertino, das 14h30min às 16h.

Os materiais que serão utilizados para a decoração do espaço (bolas, mesas, convites, cadeiras etc.) ficarão sob a responsabilidade dos responsáveis.

Caso a festa seja organizada por uma decoradora, pedimos que ela entre em contato com o Coordenação com antecedência.

Os convites deverão ser preenchidos pelos responsáveis.

O limite para convidados não pode ultrapassar a quantidade de 10 pessoas que venham de fora, incluindo adultos e crianças.

Pedimos aos pais para marcar o aniversário com muita antecedên- cia por conta da disponibilidade, organização do espaço e rotina da sala de aula. Disponibilizamos 1 sala específica para as comemora- ções, mesmo que seja somente um lanche simples. Sendo assim, a presença dos responsáveis será indispensável, uma vez que a pro- fessora juntamente com a turma só irão para esta sala no momento especificado no convite.

Em cada sala, só poderão acontecer 2 aniversários por semana, dando um intervalo de no mínimo 2 dias entre um e outro.

Em casos de aniversarios fora da escola os pais deverão buscar seus filhos(as) na escola e levá-los ao local, em vez de terceiros.

Caso a família opte em realizar o aniversário fora da escola e não possa convidar todos os alunos da sala, solicitamos que os convites sejam encaminhados diretamente aos responsá- veis, sem nenhuma mediação da escola.

13. ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO

A avaliação da Educação Infantil tem o sentido essencial de acom- panhamento do desenvolvimento da criança e de reflexão perma- nente sobre a história que cada uma delas vai construindo ao longo de sua descoberta de mundo.

De forma sistematizada e flexível, das suas ações educativas dá-se pela postura mediadora do professor, através de uma   observação.

participativa e contínua, considerando a relação com o saber e com o aprender do aluno.

Nesse processo avaliativo, os instrumentos serão elaborados de forma diversificada para que os estudantes possam expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos, levantando hipóteses, avançando na construção de significados.

A avaliação tem uma importância social e política no fazer educa- tivo. Essa importância a que nos referimos está presente em to- das as atitudes e estratégias avaliativas que adotamos. Fazemos o acompanhamento integral e ininterrupto de cada criança, através de relatórios ao longo do processo educativo.

Em data previamente marcada, ocorrerá um encontro entre PAIS e ESCOLA para a apresentação do portfólio.

ENSINO FUNDAMENTAL

I – proporcionar ao educando o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo;

II – a compreensão do ambiente natural e social, do sistema políti- co, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade;

III – o desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores;

– fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidarie- dade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social.

– capacitar o educando desenvolvendo habilidades que o permi- tam interagir no mundo que o cerca;

– desenvolver atividades pedagógicas interdisciplinares, integra- das às ferramentas tecnológicas, tendo em vista as características bio-espiritual-psico-social do educando. Como previsto no art. 32 da Lei Nº. 9.394/12/96;

– garantir ao aluno a aquisição de conhecimentos e habilidades da base comum nacional que constituem os conteúdos curriculares dessa escolaridade;

– possibilitar o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo, a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e a vivência de atitudes e valores humanos, cristãos, essenciais à formação básica do cidadão

HORÁRIO DE ATENDIMENTO (ANOS INICIAS)

PROFESSORES – Os responsáveis poderão conversar com os professores sobre a aprendizagem de seus filhos nos horários de aula extra enviado para casa, com agendamento prévio.

COORDENAÇÃO

A coordenação irá atender os pais durante o turno vespertino até 16h. Mesmo sendo o assunto em comum à coordenação não é autorizada em fazer atendimento coletivo e sim de cada pai e/ ou responsável por vez.

AGENDA ESCOLAR (ON-LINE)

A agenda tem a funcionalidade de comunicação entre escola e fa- mília. Por isso os pais devem ficar atentos diariamente a agenda que será disponibilizada na Plataforma E-orbit.

DATAS COMEMORATIVAS

Os alunos do Ensino Fundamental participarão de alguns eventos que celebrem as datas festivas que fazem parte do calendário.

Essas datas poderão ser lembradas através de mensagens, lem- branças, textos, músicas, poesia, atividades internas, entre outros. As datas festivas estão no calendário anual, mas podem ser alte- radas na data agendada, o calendário é flexível.

SAÍDAS

Somente em casos ESPECIAIS, mediante solicitação ESCRITA pelos pais, junto à Coordenação.

Caso a criança possa ir embora sozinha, o responsável precisa in- formar à professora e coordenação. Se for um dia extraordinário será preciso a família comunicar a escola por escrito.

Qualquer mudança de portador ou transporte escolar do aluno deve ser informada à escola, por escrito, à Professora ou Coodenadora.

COMEMORAÇÕES DE ANIVERSÁRIO

Para um bom funcionamento da escola, NÃO SERÁ PERMITIDO COMEMORAR ANIVERSÁRIO para as turmas do 2º ao 5º Ano, e caso a família solicite que os convites sejam distribuídos pela pro- fessora, nenhum aluno da turma pode ser excluído.

EXCEÇÃO: O 1º Ano poderá comemorar aniversário na sala de aula, marcando com antecedência com a professora. Segue as normas para o evento:

  • trazer kit lanche.
  • não usar decorações.
  • exclusivamente no horário do lanche da turma.
  • sem a permanência dos familiares

As mesmas observações são válidas para as comemorações de aniversário de professores e funcionários.

A saída de todo o grupo para festas de aniversário fora da Escola deve ocorrer após término das aulas. Por essa razão, tais saídas não devem coincidir com dias em que os alunos fazem avaliações para que não haja dispersão em relação à atividade.

IMPORTANTE SABER

Para essas saídas os professores devem ser comunicados com, no mínimo, uma semana de antecedência. Os professores da clas- se não acompanharão as crianças, ficando a segurança delas sob a responsabilidade dos pais do aniversariante. Os pais de todos os alunos da classe precisam ser informados diretamente e com antecedência, para que encaminhem à professora a autorização de saída devidamente assinada.

INFORMATIVO INGLÊS (ANOS INICIAIS)

O trabalho com a Língua Inglesa desperta uma atitude positiva em relação à aprendizagem, além de estimular o desenvolvimento cognitivo e a imaginação.

As atividades serão desenvolvidas, em cada série em específico por meio de conteúdos educativos e culturais abordados pelo livro, website e CD-ROM. O uso da tecnologia nas aulas de língua ingle- sa justifica-se pela intenção de conectar os alunos com o mundo dos falantes de inglês.

O processo avaliativo da disciplina de Inglês será com avaliações somatórias. As atividades avaliativas serão pontuadas com o valor de 2,0 pontos, uma avaliação escrita com o valor de 3,0 pontos, uma prova com valor de 5,0 pontos, totalizando 10,0 pontos. Todas essas atividades avaliativas são comunicadas com antecedência para a família.

OBS: Não tem recuperação paralela para a disciplina de inglês; dessa forma é de fundamental importância que o acompanhamento seja sistemático para o aluno ter sucesso.

INFORMATIVO INGLÊS (ANOS FINAIS)

O trabalho com a disciplina de Inglês para os alunos do 5º ao 8º ano terá um formato avaliativo diferente:

Mini teste – valor = 1,5

Atividade Avaliativa – valor = 1,5

Vocabulário / Construindo significados – valor = 2,0

Prova global – valor = 5,0 (totalizando 10 pontos)

ACOMPANHAMENTO DAS TAREFAS DE CASA

O acompanhamento dos pais no desempenho de seus filhos nas atividades escolares é imprescindível. É importante que a criança realize as tarefas de casa, exercitando o assunto aprendido em sala no dia que foi dado e os familiares fiquem cientes do que estão aprendendo. Quando o aluno não faz ou esquece a atividade deixa de participar de um rico momento de aprendizagem, ficando disper- so no momento da correção e atrapalhando o andamento da turma.

BRINQUEDOS E APARELHOS ELETRÔNICOS

A tecnologia é uma ferramenta positiva, que traz inúmeras vantagens ao desenvolvimento das crianças e adolescentes, desde que usada de forma correta e com direcionamento certo. Oportunizar o uso da tecnologia para nossos alunos, ajuda a desenvolver raciocínio lógico e pode ser um excelente aliado dos estudos escolares.

Não são apropriados para brincar no espaço escolar os skates, patins e similares, assim como jogos que incluam objetos cortantes (kits de marcenaria, por exemplo) ou produtos tóxicos minilaboratórios), ou seja, tudo o que possa, em momentos de circulação fora da classe, provocar acidentes.

Não podemos nos responsabilizar por perdas e avarias que acon- tecem com brinquedos trazidos de casa. Além disso, para evitar previsíveis conflitos, as bolas usadas no espaço escolar, inclusive a dos jogos de mesa, são exclusivas do colégio.

ENSINO MÉDIO

Proporcionar ao educando o previsto nos artigos 35 e 36 da Lei Nº. 9.394/12/96;

I – a consolidação e o aprofundamento dos conhecimentos adqui- ridos no ensino fundamental, possibilitando o prosseguimento de estudos;

  1. – a preparação básica para o trabalho e a cidadania do educando, para continuar aprendendo, de modo a ser capaz de se adaptar com flexibilidade a novas condições de ocupação ou aperfeiçoamento posteriores;
  2. – o aprimoramento como pessoa humana, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamen- to crítico, através dos estudos Filosóficos e Sociológicos, segundo reza a lei nº 11. 684/2008;

IV – a compreensão dos fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos, relacionando a teoria com a prática, no ensi- no de cada disciplina.

V – o  domínio dos princípios científicos e tecnológicos que presidem a produção moderna;

VI – o  conhecimento das formas contemporâneas de linguagem

  • – o desenvolvimento e a preparação para a continuidade de seus estudos acadêmicos.
  • – Em consonância com a Lei n° 13.415/2017, que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, oferecemos o chamado Novo Ensino Médio, com horas destinadas à BNCC e também paras os itinerários formativos, definindo assim uma nova organização curricular.
AVALIAÇÕES PARA O ENSINO MÉDIO
TESTE (Avaliação parcial) – 3,0
ATIVIDADE DIVERSIFICADA – 2,0
PROVA (avaliação global) – 5,0

SISTEMA DE AVALIAÇÃO – ENSINO MÉDIO

Grupo 01 – Avaliação Parcial – valor 3,0 pontos

As avaliações parciais acontecerão por área de conhecimento e cor- respondendo às exigências do ENEM.

Cada área comporá 20 questões.

A pontuação computada será média global, ou seja, o conjunto de disciplinas de cada área terá esta média.

Áreas do Conhecimento

Linguagens e códigos 1

  • Gramática
  • Literatura

Linguagens e códigos 2

  • Inglês 
  • Hist. arte (1ª série)
  • Redação – nota particularizada

Ciências da Natureza

  • Biologia
  • Física
  • Química

Matemática

  • Álgebra
  • Geometria

Ciências Humanas 1

  • História
  • Geografia

Ciências Humanas 2

  • Filosofia
  • Sociologia

PROVAS –  valor 5,0 pontos

As avaliações parciais e globais ocorrerão conforme agenda- mento. Caso aconteça alterações, comunicamos com antecedência.

 II – QUEM SOMOS

SACRAMENTINAS NO BRASIL E NO MUNDO

“O fundamento de toda educação é o amor”, disse o Bem Aventu- rado Pierre Vigne, fundador da Congregação das Religiosas do SS. Sacramento. O ideal educativo e missionário legado pelo fundador atravessou as fronteiras da França e hoje, as Irmãs Sacramentinas estão presentes na Itália, Irlanda, Inglaterra, Espanha, África e Bra- sil (Bahia, Alagoas, São Paulo, Pará, Ceará, Pernambuco).

O Educandário Nossa Senhora do SS. Sacramento, em seus 83 anos de educação, evangelização, serviço e acolhimento se consti- tui em patrimônio e referência na cidade de Senhor do Bonfim pela qualidade, seriedade e compromisso com a sua missão de educar.

ADMINISTRAÇÃO E EQUIPE PEDAGÓGICA

DIREÇÃO GERAL:

Ir. Ana Paula Vergara

VICE DIREÇÃO:

Ir. Antonina Maria Soares

DIREÇÃO PEDAGÓGICA:

Miriam Victor

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA:

Educação Infantil Ensino Fundamental I (1° ao 4° ano) Ensino Fundamental II (5° ao 9° ano)   Ensino Médio  
Tatiany Mayre Carla Celeste Manuela Guimarães Paulo Morgado

Coordenação de Disciplina do Ensino Fundamental Anos Iniciais/ Finais:

Márcia Nolair

Coordenação do Laboratório de Ciências:

Professor Matheus Bonfim Melo

Mestras de Classe:

Ensino Fundamental II Ensino médio
6° Ano    Neiara Araújo 1ª Série    Ir. Antonina Maria Soares
7° Ano    Ir Josinete 2ª Série    Ir. Antonina Maria Soares
8° Ano   Jussara Rodrigues 3ª Série     José Américo
9° Ano    Valdecy Gonçalves  

Psicólogos:

Rebeca Ricarte e Agda Abreu

Psicopedagoga:

Ednalda Alves

Assistente Social:

Gabriela de Alcântara

III – DIFERENCIAL

FORMAÇÃO HUMANA E CRISTÃ

A nossa educação é também aberta aos valores da Fé e, à luz dos princípios evangélicos, busca-se a transformação da mente e do co- ração para a criação de uma pessoa nova, fruto da sua configuração a Cristo.

O Serviço de orientação religiosa do Colégio (SOR) vem desenvol- vendo atividades motivadoras de tal experiência do sagrado: encon- tros de formação (espaço de oração e formação espiritual e huma- na, dentro da filosofia Sacramentina); aulas semanais de Ensino Religioso; momentos de oração, vivência dos sacramentos da Euca- ristia e da Reconciliação; celebrações em vários momentos do ano letivo; orientação e direção espiritual e campanhas de solidariedade.

PERFIL DO ALUNO

Os alunos do Colégio são solidários e acolhedores e procuram man- ter uma boa convivência com os seus colegas, com os profissionais da Escola e com a Comunidade. Recorrem ao diálogo, por entender que este é instrumento imprescindível para o sucesso das relações interpessoais.

Conscientes de seu papel, respeitam e colaboram com o outro e com o espaço de convivência, mantém-se atualizados nos deveres escolares e não deixam acumular conteúdos para a véspera das avaliações.

A FAMÍLIA NA ESCOLA

“Educar é preparar o futuro à luz da fé e do amor, caminho que leva à educação dos sentimentos, além do intelecto”. Pierre Vig- ne

Entendemos que a participação das famílias na escola contribui significativamente para o bom desenvolvimento do(a) aluno(a). Pen- sando assim, realizaremos Encontros com os Pais periodicamente, a partir das necessidades apresentadas e ao final de cada Unida- de letiva. Estes encontros poderão ocorrer ainda, sob a forma de Atendimento Individual (solicitado pela escola ou família) ou como Plantão Pedagógico.

Para o bom andamento do trabalho pedagógico informamos aos pais que qualquer comunicação aos Professores e/ou filhos devem ocorrer mediante solicitação à Mestra de Classe ou Coordenação. E que, no momento de saída, devem aguardar seus filhos na área livre da escola.

Temos a certeza de que o bom entrosamento com a família traz enormes benefícios aos nossos educandos, uma vez que estes pre- cisam do apoio e do cuidado destas duas instituições na construção e na formação da sua identidade.

Pensando assim o Colégio oportuniza as famílias momentos de reflexão e de confraternização, tais como: Celebrações, palestras e encontros de formação.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

A prática do Serviço Social no Educandário N. S. SS. Sacramento oportuniza uma intervenção que envolve todo o contexto es- colar, no que concerne à pesquisa e análise da realidade social dos alunos, avaliação socioeconômica para a concessão de bolsas.

SERVIÇO DE APOIO PSICOLÓGICO E PSICOPEDAGÓGICO

A parceria escola-família se faz com a Educação Humanizadora. Dessa forma, dispomos do Serviços de Psicologia e Psicopedago- gia atendendo da seguinte forma:

  • Orientação psicológica
  • Leitura e tradução de laudos.

OBS: De acordo com o contrato assinado no ato da matrícula, PARÁGRAFO ÚNICO. A CONTRATADA pode exigir relatórios de atendimento de saúde necessários ao desenvolvimento do(a) alu- no(a) com deficiência física, sensorial e/ou intelectual, ficando incumbido (a) CONTRATANTE de fornecê-los sempre que solicita- do pelo COLÉGIO, sob pena de caracterizar negligência, omissão ou outras violações ao dever de assistência previsto no Estatuto da Criança e Adolescente, autorizando a CONTRATADA a comu- nicar tal omissão ao Conselho Tutelar e demais instituições de proteção ao menor, para adoção de medidas cabíveis.

ATIVIDADES COMPLEMENTARES / EVENTOS RECREATIVOS

As atividades complementares, oferecidas essencialmente em turno oposto, têm como objetivo estimular as dimensões esportivas, artísticas, científicas e culturais, visando ao desenvolvimento e prin- cipalmente contribuindo para o bem-estar físico e mental dos edu- candos.

  • Ballet
  • Violão
  • CNA
  • Robótica

As atividades esportivas como: INTERCLASSE, OLIMPIADAS ESCOLARES, são atividades internas entre professores e alunos. O colégio oferece no turno oposto, para os segmentos do Funda- mental anos finais e Ensino Médio:

  • Escolinha de Handebol
  • Escolinha de Basquete
  • Escolinha de Vôlei
  • Escolinha de futsal feminino

É oferecido para os familiares, o projeto FAMÍLIA SAUDÁVEL, con- templando aulas de: zumba, futsal e vôlei. (com vagas limitadas)

 IV – ORIENTAÇÕES

HORÁRIO DE ENTRADA E SAÍDA

  MATUTINO   VESPERTINO  
07h30min às 11h30min (O portão abrirá às 11h20min) Segunda a Sexta – 13h às 17h (O portão abrirá às 16h50min)  
ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS INICIAIS E FINAIS
    ENSINO FUNDAMENTAL 1° AO 5° ANO MATUTINO – 1º ANO Chegada: 07h30min Saída: 11h30min
VESPERTINO – 1º AO 5º ANO Chegada: 13h (O portão será aberto às 13h e fechará às 13h15min) Saída: 17h
  ENSINO FUNDAMENTAL 6º AO 9º ANO MATUTINO 07h10 às 11h40min (para o 9º ano, durante 4 dias sairá às 12h30min) OBS: Os alunos do 6º ao 8º terão um dia   da semana que sairão às 12h30min.
ENSINO MÉDIO
  ENSINO MÉDIO 1º AO 3º ANO MATUTINO: SEGUNDAS e SEXTAS (entrada 07h10min e saída 12h30min) TERÇA, QUARTA e QUINTA (entrada 07h10min e saída 13h10min). Apenas o 2ª Série na QUINTA sairá às 12h30min.

ATRASOS / ANOS INICIAIS

Avisamos que os alunos que chegarem atrasados, após o sinal e fechamento do portão, ainda poderão se dirigir a sua classe, pela recepção mas sem a companhia dos pais.

Se houver mais de três sinalizações oralmente em relação ao atra- so, o/a aluno/a será advertido por escrito.

ATRASOS / ANOS FINAIS E ENSINO MÉDIO

Esse horário deverá ser considerado por todos os estudantes, im- preterivelmente. Os atrasos implicarão aos estudantes o cumpri- mento de normas estabelecidas para esses casos.

O estudante deve chegar ao Colégio pelo menos 5 minutos antes do início das aulas. Após o início da Oração não será permitida a entrada de estudantes nas salas de aulas.

Os estudantes, que chegarem atrasados para o 1º horário de aula, deverão registrar o motivo do atraso em documento junto à pessoa de disciplina que está na área e, aguardar o início do 2º horário para entrar nas salas.

Após o 3º atraso, a família será comunicada.

Não é permitida a permanência de estudantes em sala de aula durante o interval / recreio.

ATENÇÃO: Pedimos o cumprimento e a pontualidade quanto ao horário de entrada e saída especifcados anteriormente.

UNIFORME ESCOLAR

Conforme consta no contrato assinado pelos responsáveis no ato da matrícula, o(a) estudante, durante o ano letivo, deverá participar de todas as atividades do Colégio (aulas, provas, saídas pedagógicas e outras) devidamente uniformizado, mesmo as atividades realiza- das aos sábados, domingos e feriados de acordo com as normas do Colégio, salvo quando informado pelas Mestras de Classe ou Coordenação.

CURSO   UNIFORME PADRÃO  
  Educação Infantil   Blusa padronizada com 5 opções de cores: amarela, azul, branca, rosa e verde.Short saia ou bermuda tactel padronizado azul marinho.
          1º ao 5º ano   Blusa padronizada com 5 opções de cores: amarela, azul, branca, rosa e verde.Bermudão tactel padronizado azul marinho.Calça de tactel / Helanca (Não será permitida a calça jeans);Tênis cor livre (sem brilho, sem luzes e sem rodinhas).Não é permitido o uso de nenhum tipo de sandália, chuteiras, somente o tênis acima citado. *Não é permitido o uso de short saia tactel padronizado azul marinho em nenhuma série do Fundamental I
    6º ao 9º ano e Ensino Médio   Blusa padronizada com 5 opções de cores: amarela, azul, branca, rosa e verde.Tênis cor livre (sem brilho, sem luzes e sem rodinhas).Calça de tactel / Helanca (Não será permitida a calça jeans); *Não é permitido o uso de nenhum tipo de sandália, chutei- ras, somente o tênis acima citado.

ATENÇÃO

  • Não é permitido o uso de blusas curtas (babylook), calça de cintura baixa, deixando a barriga e costas à mostra, assim como bonés, gorros, chapéus, sandálias, tiaras e bijuterias de cores e tamanhos extravagantes, pois não fazem parte do uniforme do Colégio.
  • Compete aos pais e/ou responsáveis observar, se o(a) estudan- te, ao sair de casa, está com o uniforme completo.
  • Sendo o Colégio religioso e tendo como um de seus objetivos   o compromisso ético, não será permitida a entrada, no Estabele- cimento, de pessoas que não estejam usando trajes condizentes com o ambiente.
  • MATERIAL ESCOLAR / OBJETOS PESSOAIS
  • Conforme consta no Contrato de Prestação de Serviços Educacio- nais, O COLÉGIO NÃO SE RESPONSABILIZA POR QUALQUER OBJETO DE VALOR TRAZIDO PARA O AMBIENTE ESCOLAR E NELE PERDIDO, EXTRAVIADO OU DANIFICADO.
  • OBS: De acordo com o contrato assinado no ato da matrícula,
  • CLÁUSULA QUADRAGÉSSIMA SÉTIMA: A CONTRATADA não
  • se responsabiliza pelo uso indevido de notícias, avisos e outros veiculados e divulgados nas redes sociais pelos seus alunos(as) e pessoas que frequentam a sua Comunidade Educativa.
  • Todo material escolar do(a) aluno(a) é de sua inteira responsabi- lidade. Para o sucesso do trabalho pedagógico, é necessário que este(a) possua todo material solicitado devidamente identificado.
  • Frequentemente, ficamos impossibilitados de devolver ao aluno ob- jetos encontrados, por falta de identificação. Por isso, recomenda- mos que todo o material de uso pessoal seja marcado com o nome do aluno.
  • Os objetos encontrados por pais ou alunos devem ser rapidamente encaminhados à recepção do colégio.
  • No caso de perda de algum material, os pais ou alunos devem in- formar à professora, pois, quando encontramos, são guardados em local apropriado. Ao final de cada semestre, os objetos não reclama- dos são doados a instituições beneficentes.
  • Evidentemente, não podemos nos responsabilizar por perdas de materiais de valor usados pelos alunos.

O USO DAS REDES SOCIAIS

É importante compreender que nos últimos anos as redes sociais adentraram na educação de forma forte, fazendo com que tivéssemos um olhar atento quanto ao seu desenfreado uso. Assim, a utilização indevida de toda e qualquer ferramenta digital, sendo ela na educação ou for a dela, pode nos acarretar situções desagradáveis.

As redes socias precisam contribuir para a elevação positive de todos as pessoas e instituições envolvidas com vista para a melhoria da sociedade.

MATERIAL DE ESTUDOS

SAS – Material impresso e Plataforma de Educação.

O trabalho pedagógico estará fundamentado no material pedagógico do Sistema Ari de Sá em que a metodologia de ensino utilizada é sintonizada com a nossa proposta curricular.

EI – Escola da Inteligência

a educação socioemocional já é uma realidade em nossa escola. O programa é uma idealização do Dr. Augusto Cury e é uma referência mundial. As escolas parceiras são beneficiadas com uma metodologia inovadora e moderna que vem ao encontro das exigências atuais da sociedade, das famílias e do mercado de trabalho. Ao fazer opção  pela

Escola da Inteligência, nossa instituição estará fazendo um grande diferencial, contribuindo para o aumento do rendimento, o gerencia- mento das emoções e a melhoria das relações interpessoais.

DIREITOS DO ALUNO

  1. – participar de atividades socioculturais, religiosas e pedagógicas desenvolvidas pelo Colégio.
  2. – receber em igualdade de condições, orientação necessária para a realização das atividades escolares;
  3. – receber dos setores e serviços do Colégio, os esclarecimentos necessários ao seu bom desempenho e desenvolvimento de suas atividades escolares;
  4. – participar ativamente do grupo de alunos;
  5. – ser considerado e valorizado em sua individualidade, sem com- parações nem preferências;

VI–apresentar à Direção as reivindicações da turma, através do Re- presentante de classe;

VII–receber dos setores e serviços do Colégio, os esclarecimentos necessários ao seu bom desempenho e desenvolvimento de suas atividades escolares;

VIII–ser orientado em suas dificuldades;

IX–tomar conhecimento, através de Boletim Escolar ou outro meio próprio, de notas e frequência obtidas.

DEVERES DO ALUNO

  1. – manter uma convivência respeitosa com os colegas e profissio- nais do Colégio;
  2. – realizar as atividades escolares;
  3. – contribuir para o desenvolvimento do Colégio, em qualquer lu- gar onde se encontrar, respeitando suas normas disciplinares;
  4. – colaborar com a Direção do estabelecimento na conservação e asseio do prédio, do mobiliário escolar e de todo material de uso coletivo, indenizando os danos que causar;
  5. – apresentar solicitação, por escrito e assinada pelo responsável para fins de saída antecipada;
  6. – comunicar à Direção e à Coordenação Pedagógica o seu afas- tamento temporário, por motivo de saúde ou outros no prazo de 48horas;

É VETADO AO ALUNO

  1. Promover, sem autorização da Direção, sorteios, festas, coletas ou subscrições, usando, para tais fins, o nome do Estabelecimento;
  2. Distribuir no recinto do Estabelecimento quaisquer boletins ou im- pressos sem autorização da Direção;
  3. Fomentar ou participar de faltas coletivas às aulas ou manifesta- ções de agravo aos profissionais do Colégio;
  4. Ausentar-se da sala de aula sem permissão dos Professores e do Estabelecimento sem autorização da Direção ou da Mestra de Classe; Usar recursos ilícitos nas verificações da aprendizagem, seja em seu favor, ou de seus colegas, como consta no Artigo 75 deste Re- gimento;
  5. Comercializar alimento, objetos ou outro tipo de coisa nas de- pendências do Colégio;
  6. O uso do telefone celular e similar em sala de aula.

Consideramos que o uso do telefone celular na escola retira do alu- no o foco do trabalho, a concentração e elimina a possibilidade de superação dos desafios inerentes à vida escolar.

Além disso, mesmo que utilizado apenas no horário de recreio, a prática é prejudicial, porque não permite que os alunos se relacio- nem com os colegas com quem compartilham o mesmo espaço e tempo. Ao usar o celular, mesmo que apenas no horário de recreio, eles se ausentam e não aprendem a conviver com seus pares.

Se o aluno precisar, deve usar o telefone da escola, solicitando à coordenação para mediar a ligação, ou usar o da recepção.

Se os pais desejam falar com os filhos, devem fazê-lo através da escola.

Pelas razões explicitadas e para que o aluno possa investir tudo o que pode na tarefa de aprender, não é permitido trazer celular para a Escola nem para as atividades que ocorram fora.

ORGANIZAÇÃO DISCIPLINAR

O Regime Disciplinar aplicável ao pessoal administrativo, especia- lista em educação, docente, pessoal de apoio e pessoal das ativida- des operacionais, terá por finalidade o bom funcionamento das ativi- dades institucional e o entrosamento dos vários setores e serviços, visando à obtenção dos objetivos previstos neste regimento. Para tanto, faz-se necessário que, em não estando em concordância com as regras deste Regimento, abra-se um inquérito administrativo de apuração ofertando à outra parte o direito à defesa e, só depois, poderão ser aplicadas as penas para determinados fins. Quando referir-se ao aluno, será aberto um inquérito escolar que será dado amplo direito de defesa ao aluno tendo como finalidade à sua forma- ção enquanto cidadão.

1º – serão aplicados aos profissionais do Colégio, contratados na forma da Lei, as penalidades previstas na legislação específica;

§ 2º – o aluno, de acordo com a gravidade e incidência de suas fal- tas, estará sujeito à medidas socioeducativas, considerando-se os dispositivos legais do Estatuto da Criança e do Adolescente:

  1. advertência particular oral e escrita;
  2. comunicação aos Pais;
  3. suspensão temporária de qualquer tipo de atividade escolar;
  4. expedição, pela Direção, de sua transferência, cancelamento de matrícula

§–3º–a suspensão será proporcional à falta cometida e não isentará o aluno da apresentação dos trabalhos escolares previamente de- terminados;

§–4º–Cometerá falta grave o aluno que incorrer nos seguintes ca- sos:

  1. – agredir física ou moralmente quaisquer pessoas que se encon- trem na Unidade Escolar;
  2. – comportar-se indecorosamente no interior do estabelecimento; III – danificar intencionalmente o patrimônio escolar;

IV – fraudar a documentação apresentada para a matrícula se com- provado o fato.

§–5º–Cabe à Direção do Colégio, aplicar as sanções explícitas nes- te artigo, podendo delegar poderes a seus auxiliares diretos.

  • – abster-se de atos que perturbem a ordem, ofendam os bons costumes ou importem em desacato ás leis e às autoridades esco- lares;
  • – apresentar-se no Estabelecimento devidamente uniformizado, obedecendo ao horário estipulado para início das aulas;
  • – assistir a todas as aulas que são ministradas na sua respectiva série.
  • Participar das aulas de Educação Física que é uma disciplina obrigatória em todos os cursos.
  • DISPENSAS
  • Por motivo de segurança, a saída antecipada de alunos só será pos- sível mediante a presença dos pais ou responsáveis ou com auto- rização prévia dos mesmos, por escrito. Não haverá liberação com solicitação feita por telefone.

ORGANIZAÇÃO DO ANO LETIVO

Sistema de Avaliação Processo Avaliativo

Entendida como um processo contínuo, diagnóstico e interativo, a avaliação constitui-se num espaço de reflexão sobre o nível de qua- lidade do trabalho escolar. Visa garantir as competências e habili- dades necessárias para que o educando seja construtor do próprio processo de aprendizagem.

Nessa perspectiva, consideramos que, tendo histórias de vida dife- rentes, os educandos aprendem de formas diferentes; desse modo o nosso processo avaliativo procura oferecer aos alunos a oportuni- dade de levantar hipóteses, analisar, criticar, opinar, construir con- ceitos.

O nosso ano letivo é composto por 03 (três) períodos denominados unidades, para os cursos da Educação Infantil ao Ensino Médio.

Os alunos continuam sendo avaliados conforme os aspectos legais previstos na LDB (Lei de Diretrizes e Bases) nº 9394/96 e a propos- ta curricular da escola no que concerne aos aspectos quantitativos e qualitativos, oferecendo ao educando diversas modalidades de avaliação sob a denominação de avaliações parciais e globais, tais como: produções orais e escritas, atividades individuais e em grupo, projetos interdisciplinares e avaliações escritas.

Cada unidade será avaliada numa escala de zero (0,0) a dez (10,0) pontos, as avaliações parciais totalizam 50% da unidade e as glo- bais, 50% em cada componente curricular.

Será aprovado para o ano (série) subsequente ou considerado con- cluinte de curso, o aluno que obtiver frequência igual ou superior a setenta e cinco por cento (75 %) do total de horas letivas e que, quanto ao aproveitamento, totalizar, no mínimo, sessenta (60,0) pontos, alcançando média anual igual ou superior a seis (6,0), em cada componente curricular.

O cálculo para apuração da média final será efetuado conforme a seguinte fórmula:

MF = (TP1 X 3) + (TP2 X 3) + (TP3 X 4) 10

MF = MÉDIA FINAL TP = TOTAL DE PONTOS DA UNIDADE

SEGUNDA CHAMADA

Terá direito à 2ª Chamada o estudante que faltar à avaliação por motivo justo (doenças/apresentando atestado médico ou com justi- ficativa, por escrito da família, luto e/ou outros casos a serem anali- sados pela Orientação Pedagógica). Nesses casos, o responsável deverá procurar a Secretaria do Colégio no prazo máximo de 48 horas, a partir da data da avaliação, e preencher o requerimento de 2ª Chamada.

O dia e o horário da nova avaliação serão comunicados ao estu- dante, e esta será realizada em turno diferente daquele no qual o estudante está cursando.

RECUPERAÇÃO PARALELA

Desde 2015, trabalhamos com a recuperação paralela para os estu- dantes que não obtiverem a média mínima 6,0 e terão oportunidade de fazer a recuperação paralelamente ao final de cada trimestre.

No final do ano letivo, os estudantes que não obtiverem a média anual mínima (6,0) terão direito a recuperação final com o peso 10,0 devendo obter, no mínimo, 5,0 para lograr a aprovação.

RECUPERAÇÃO FINAL

Os estudos de Recuperação Final ocorrerão após o término das atividades letivas normais e se destinam aos alunos que não obti- verem 60,0 (sessenta) pontos no somatório das três unidades, não totalizando, assim, média final 6,0 (seis).

Conforme o regimento da Escola será aprovado o aluno que obtiver média mínima de 5,0 (cinco) em cada componente curricular que se submeteu a estudos de recuperação.

O Colégio estabelecerá uma taxa para os estudos de Recuperação a ser paga no ato da inscrição, conforme dispõe o contrato assinado no ato da matrícula.

Dica importante: Tenha um hábito diário de estudo, mantenha em dia suas atividades, não deixe acumular assuntos para a véspera das avaliações, esteja sempre atento às aulas, tire suas dúvidas com o professor, leia o máximo que puder, assim, você evitará sub- meter-se a Estudos de Recuperação.

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

DIRETORIA GERAL E PEDAGÓGICA:

*marcar com antecedência.

3ª feira –14h às 16h

5ª feira–8h às 10h

SECRETARIA:

2ª a 6ª feira – Manhã 7h às 12h.

Tarde 13h às 17h

TESOURARIA:

2ª a 6ª feira – Manhã: das 8h às 12h.

Tarde: das 13h30 às 17h.

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA:

2ª a 5ª feira – Manhã: das 7h30h às 11h.

Tarde: das 13h30 às 16h.

 SEMESTRES: 

EDUCAÇÃO INFANTIL – 201 dias letivos

I trimestre: 31/02 a 13/05

II trimestre: 16/05 a 19/08

III trimestre: 22/08 a 08/12

Obs: Caso algumas comemorações aconteçam aos sábados, os sábados letivos com aulas poderão ser retirados.

FUNDAMENTAL I – SÉRIES INICIAIS – 200 dias

I Unidade:  31/01 –  13/05: 69 dias.

II Unidade: 16/05 –  19/08: 59 dias.              

III Unidade: 22/08 –  25/11: 69 dias.

FUNDAMENTAL II – SÉRIES FINAIS – 200 dias

I Unidade: 31/01 –  13/05- 69 dias.  

II Unidade:16/05 a 19/08 –  59 dias.            

III Unidade: 22/08 a 25/11 –  71 dias.

ENSINO MÉDIO – 200 dias

I Unidade:   31/01 –  13/05- 69 dias.  

II Unidade:  16/05 a 19/08 –  59 dias.           

III Unidade: 22/08 a 25/11 –  71 dias.

AGENDA INTEGRADA MÊS A MÊS: 

JANEIRO

EDUCAÇÃO INFANTIL

27/01 e 28/01- 1º Encontro Pedagógico 2022

31/01- Entrega de materiais– Todos os grupos

FUNDAMENTAL I – Séries Iniciais

27/01 –  Encontro Pedagógico.

27 e 28/01 –  Encontro Pedagógico.

31/01 – Início do Ano letivo – Entrega de Materiais.

FUNDAMENTAL II – Séries Finais

27 e 28/01- Encontro Pedagógico

31/01- Início das aulas

ENSINO MÉDIO

27 e 28/01 – Encontro Pedagógico

31/01 – Início do ano letivo

FEVEREIRO

EDUCAÇÃO INFANTIL

01/02- Início do ano letivo para os Infantil 04 e 05

03/02- Início do ano letivo para o Infantil  03

05/02- Jornada pedagógica – Rede Sacramentinas

07/02- Início do ano letivo para o Infantil  02

10/02- Início do ano letivo para o Infantil  01

24/02- Comemoração carnaval

25/02 a 02/03- Recesso Carnaval

FUNDAMENTAL I

01/02 – Avaliação diagnóstica – Início.

05/02 – Jornada Pedagógica – Rede Sacramentinas.

14/02 – Lançamento das Atividades diversificadas – I Unidade.

21/02 = Entrega das Atividades diversificadas – I Unidade.

FUNDAMENTAL II

05/02- Jornada Pedagógica da Rede Sacramentinas

07/02 a 24/02 – Diagnóstica do SAS

25 a 02/03 – Recesso / Carnaval.

ENSINO MÉDIO

1/02 a 19/03 – Avaliação diagnóstica

05/02 – Jornada pedagógica da rede

25/2 a 2/03 –Recesso de Carnaval

MARÇO 

EDUCAÇÃO INFANTIL

07/03 a 11/03- Semana de diagnose

21/03 a 25/03-  Sequência didática extra: Circo

26/03- Encontro pedagógico

31/03- Abertura do projeto Ciranda sócio emocional

FUNDAMENTAL I

07/03 – Interclasse – 5º ano.

08/03 – Interclasse – 2º ano.

09/03 – Interclasse – 3º ano.

10/03 – Interclasse – 4º ano.

11/03 – Interclasse – 1º ano.

19/03 – Avaliação diagnóstica – Término.

21/03- Testes I Unidade

26/03 –  Encontro Pedagógico.

FUNDAMENTAL II

03/03 – Retorno das aulas depois do Carnaval.

08/03 – Dia Internacional da Mulher.

10/03 a 18/03 – Período de testes – I Unidade.

12/03 – Sábado letivo

23/03 a 29/03 – Período de 2ª chamada

26/03- Encontro Pedagógico

ENSINO MÉDIO

01/03 – Feriado de Carnaval

02/03 – Feriado de Quarta-Feira de Cinzas

10/03 a 23/03- Testes

19/03 – 1º SAS ENEM – 3ª série

26/03 – 1º SAS ENEM – 3ª série – 2º dia

26/03 – Encontro Pedagógico

28 a 31/03 – Período de 2ª Chamada

ABRIL

EDUCAÇÃO INFANTIL

04/04 a 08/04- Semana de diagnose.

18/04 a 20/04 – Casadinha: Comemoração do livro Infantil + III Mostra da Cultura Indígena

21/04 a 24/04- Encontro de coordenadores

30/04- Encontro pedagógico

FUNDAMENTAL I

14/04 a 17/04- Recesso da Semana Santa

21/04 – Encontro dos Coordenadores da Rede Sacramentinas (viagem).

30/04 – Encontro Pedagógico.

FUNDAMENTAL II

09/04 – Olimpíadas SAS – Sábado letivo

14 a 17/04 – Recesso da Semana Santa

21/04 – Feriado- Tiradentes

21/04 a 24/04 – Encontro de Coordenadores

30/04- Encontro Pedagógico

ENSINO MÉDIO

09/04 – SAS FUVEST – 3ª série

09/04 – OLIMPÍADA SAS – 1ª série

14 a 17/04 – Feriados de Semana Santa

21/04 – Feriado de Tiradentes

22/04 – Recesso

30/04 – 2º SAS ENEM – 3ª série

30/04 – Encontro Pedagógico

MAIO

EDUCAÇÃO INFANTIL

01/05- Dia do trabalhador

02/05 a 06/05- Homenagem as Mães

09/05 a 13/05 – Semana de diagnose final do 1º trimestre

21/05- Encontro pedagógico

28/05- Aniversário da Cidade 

FUNDAMENTAL I01/05 –  Dia do Trabalho (feriado).

02 a 06/05 – 1ª Provinha SAS / 5ºano. 

05/05 – Provas – I Unidade.

16/05 – II Unidade.

18/05 a 24/05- 2ª chamada de provas.

21/05 – Encontro Pedagógico.

27/05- Entrega do Boletim da I Unidade.

FUNDAMENTAL II

01/05 –   Feriado dia do Trabalho.

06 a 14/05 – Período de Provas da I Unidade Anos Finais

16/05 – Início da II Unidade.

16/05 a 20/05- Interclasse.

16/05 a 20/05- 1ª sistemática SAS

18/05 a 24/05 – Período de 2ª Chamada de provas

21/05- Encontro Pedagógico

27/05 – Entrega do Boletim da I unidade.

28/05 – Feriado – Aniversário da Cidade.

30/05 e 01/06 – Insc. das provas paralelas I Unidade

ENSINO MÉDIO

07/05 – 2º SAS ENEM – 3ª série – 2º dia

14/05 –Início das Provas

14/05 – Sábado letivo – prova

16/05 a 20/05- Interclasse.

16/05 – Início da II Unidade

DATA – COMPONENTE

18/05 – Redação e Inglês

19/05 – Matemática

20/05 – Física

21/05- Geografia e Hist. da Arte

22/05 – Química e Sociologia

23/05 – Português e História

24/05 – Biologia e Filosofia

20/05 – 1ª Avaliação Acadêmica Sistemática SAS – 1ª e 2ª séries

21/05 – Encontro Pedagógico

27/05 – Entrega de boletins

30/05 a 01/06- Inscrição para a Paralela

JUNHO

EDUCAÇÃO INFANTIL

01/06 a 03/06 –  Semana de diagnose.

06/06 a 10/06-Plantão Pedagógico

10/06 – Forró da Rede Sacramentinas.

11/06 –  Encontro Pedagógico.

13/06 a 15/06- Comemoração Junina.

17/06 a 04/07 – Recesso Junino.

FUNDAMENTAL I

06/06 –  Lançamento das atividades diversificadas – II Unidade.

10/06 – Forró da Rede Sacramentinas.

11/06 –  Encontro Pedagógico.

13/06 = Entrega das Atividades diversificadas – II Unidade.

17/06 a 04/07 –  Recesso Junino.

FUNDAMENTAL II

02 a 08/06 – Provas de Recuperação Paralela.

10/06 – Forró da Rede Sacramentinas

11/06 – Encontro Pedagógico

15/06 – Forró do Fundamental Anos Finais

16/06 – Feriado Corpus Christi.

17/06 a 04/07 – Recesso de São João.

ENSINO MÉDIO

02/06 a 08/06- Realização da Paralela.

04/06 – 3º SAS ENEM – 3ª série

10/06 – Forró da Rede

11/06 – 3º SAS ENEM – 3ª série – 2º dia

11/06- Encontro Pedagógico

16/06 – Feriado de Corpus Christi

17/06 a 04/07 – Recesso junino

II SEMESTRE    

JULHO

EDUCAÇÃO INFANTIL

05/07- Início das atividades letivas II semestre

08/07- Festa de Pierre Vigne

09/07- Encontro pedagógico

11/07  a  15/07- Semana de diagnose

FUNDAMENTAL I

05/07 – Início do II Semestre

09/07 – Encontro Pedagógico

11/07 a 18/07 – Testes II Unidade

16/07- Sábado letivo (Teste)

20/07 a 26/07- Período de 2ª chamada.

FUNDAMENTAL II

02/07 – Feriado Independência da Bahia.

05/07 –  Início das aulas da II  Unidade.

08/07- Festa de PIERRE VIGNE

09/07- Encontro Pedagógico

13/07 a 20/07 – Período de Teste II Unidade.

16/07 – Sábado letivo

25 a 29/07- Período de 2ª chamada

ENSINO MÉDIO

09/07 – Encontro Pedagógico

11/07 a 25/07 – Testes II Unidade

26 a 29/07 – 2ª Chamada de Teste.

AGOSTO

EDUCAÇÃO INFANTIL

01/08 a 05/08- Semana de diagnose.

08/08 e 12/08- Homenagens aos Pais.

13/08- Encontro pedagógico.

15/08 a 19/08- Sequência didática Folclore.

20/08- Sábado letivo I 4 e I 5.

FUNDAMENTAL I

12/08 a 19/08 – Provas II Unidade.

13/08 – Encontro Pedagógico.

20/08 –  Sábado letivo (Prova).

22/08 –  Início da III Unidade.

22/08 a 02/09- XXIV Olimpíadas

FUNDAMENTAL II

11 a 20/08 – Período de Provas II Unidade – Anos Finais

13/08- Encontro Pedagógico

19/08 – Vocação em foco – 8º ano ao Ensino ao Ensino Médio

20/08 – Sábado letivo

22/08- Início da III unidade.

24 a 30/08 – Período de 2ª chamada da de Provas

27/08 02/09 –  2ª Avaliação Sistemática SAS

ENSINO MÉDIO

11/08 a 20/08–  Provas

13/08 – 4º SAS ENEM – 3ª série

13/08 – Encontro Pedagógico

19/08 – Vocação em foco – 8º ano ao Ensino ao Ensino Médio

20/08 – 4º SAS ENEM – 3ª série – 2º dia

20/08 –  Sábado letivo – Avaliação – Prova

22/08 – Início de Unidade

23 a 29/08 – 2ª Chamada

SETEMBRO

EDUCAÇÃO INFANTIL

01/09 a 08/09 – Semana de diagnose

09/09 A 17/09 – XX Olimpíadas Educação Infantil

17/09- Sábado letivo  

   19/09 a 23/09- Plantão pedagógico

24/09- Encontro pedagógico

FUNDAMENTAL I

05/09 –  Lançamento das Atividades diversificadas – III Unidade.

07/09 –  Independência do Brasil (Feriado).

12/09 –  Entrega das Atividades diversificadas – III Unidade.

16/09 – Entrega de boletins

17/09 –  Sábado letivo.

24/09 – Encontro Pedagógico.

FUNDAMENTAL II

07/09- Feriado da Independência do Brasil

16/09 – Entrega de boletins II Unidade .

19 a 21/09– Insc. Das Provas Paralelas

22 a 28/09 Provas da Recuperação Paralela.

24/09- Encontro Pedagógico

ENSINO MÉDIO

07/09 – Feriado de Independência do Brasil

10/09 – 5º SAS ENEM – 3ª série

16/09 – Entrega de boletins

17/11 – 5º SAS ENEM – 3ª série – 2º dia

17/09 – Sábado letivo

19/09 e 21/09 – Inscrição para a Paralela

22/09 a 28/09– Realização das Paralelas

24/09 – Encontro Pedagógico

OUTUBRO

EDUCAÇÃO INFANTIL

    03/10 a 07/10 – Semana de diagnose 

10/10 a 14/10- Semana da Criança

12/10- Feriado N. Sra. Aparecida

15/10 – Dia dos Professores

29/10- Encontro pedagógico

FUNDAMENTAL I

03 a 07/10 – 2ª Provinha SAS / 4º e 5° anos.

08/10 a 18/10 – Testes da III Unidade.

08/10 –  Sábado letivo (Testes).

12/10 –  Nossa Sra Aparecida (Feriado).

21/10 a 27/10- 2ª Chamada

29/10 – Encontro Pedagógico.

FUNDAMENTAL II

07 a 18/10- Período de testes da III unidade

12/10 – Feriado N. Senhora Aparecida.

15/10 – Feriado dia do Professor.

19/10 a 1/11- Olimpíadas.

21/10 a 27/10- 3ª Sistemática do SAS

   24/10 a 28/10 – Período de 2ª chamada de teste da III unidade

   29/10- Encontro Pedagógico

ENSINO MÉDIO

01/10 a 17/10 – Provas

07/10 – 6º SAS ENEM – 3ª série

12/10 – Feriado de Nossa Senhora do Brasil

15/10 – 6º SAS ENEM – 3ª série – 2ª dia

18 a 21/10 – Período de 2ª Chamada

22/10 – 2ª Avaliação Acadêmica Sistemática – 1ª e 2ª séries

29/10 – Encontro Pedagógico

NOVEMBRO

EDUCAÇÃO INFANTIL

01/11 a 04/11 – Semana de diagnose  final

05/11- Encontro pedagógico

15/11- Proclamação da República

28/11 a 30/11- Plantão pedagógico final.

FUNDAMENTAL I

02/11 –  Finados (Feriado).

05/11 –  Encontro Pedagógico.

15/11 –  Proclamação da República (Feriado).

17/11 a 25/11 –  Provas da III Unidade.

19/11 –  Sábado letivo (Prova).

30/11 – Conselho III unidade.

FUNDAMENTAL II

02/11-Feriado de Finados

05/11- Encontro Pedagógico

15/11 – Feriado Proclamação da República.

17 a 25/11 – Provas III Unidade 

30/11 – Conselho Final.

ENSINO MÉDIO

02/11 – Feriado de Finados

05/11 – Encontro Pedagógico

15/11 – Feriado Proclamação da República

17/11 a 25/11 – Provas

19/11 – Sábado letivo – Provas

30/11 – Conselho de Classe

DEZEMBRO

EDUCAÇÃO INFANTIL

01/12- Encerramento da Educação Infantil

03/12 – Celebração – Infantil 05

FUNDAMENTAL I

01/12 – Resultado da III Unidade / Inscrição de Recuperação.

02 a 08/12 – Aula de Recuperação.

09 a 15/12 – Provas de Recuperação.

16/12 – Conselho Final.

19/12 – Entrega do Resultado final.

FUNDAMENTAL II

01/12- Resultado da III unidade/Insc. da Recuperação

02/12 a 08/12 –Aula de Recuperação

09 a 15/12 – Prova de Recuperação.

16/12- Conselho Final de Recuperação.     

19/12 – Entrega do Resultado Final.

ENSINO MÉDIO

1/12 – Resultado da III Unidade.

02, 03, 05, 06, 07 e 08/12 – Aulas de Recuperação

09, 10, 12, 13, 14 e 15/12 – Provas de Recuperação

16/12 – Conselho de Classe Final

19/12 – Resultado Final